Trabalho de serralheria profissional reforça peças de segurança

A disponibilidade de equipamentos dentro de uma oficina, em uma fábrica ou indústria, pode variar em modelos, tamanhos e modo de trabalho. Como cada ferramenta tem uma funcionalidade, ter o conhecimento básico é primordial para os trabalhadores.

Não só para a realização das tarefas, como para a própria segurança, e pensando também na segurança de terceiros.

Os produtos fabricados nas indústrias sempre tem um destino para o mercado consumidor, e muitas vezes, o trabalho realizado no chão de fábrica vai determinar a segurança daqueles que irão usufruir do resultado final.

Conhecimento de equipamento é primordial

Muitas instalações da área da construção civil tem como início as fábricas, com estruturas que começam a ser preparadas com uma máquina de solda ponto, e são finalizadas nos canteiros de obras, com a instalação de outros equipamentos, que irão compor as vigas, colunas, paredes e telhados.

A indústria automobilística também conta com o uso destes equipamentos, em diversos setores, para a construção de um veículo.

Logo, o controle de qualidade deve estar atento à matéria-prima que é utilizada na construção de seus produtos, assim como nos trabalhos realizados pelos serralheiros profissionais, que seguem o planejamento, em todos os detalhes, na fabricação de cada item, da plataforma ao acabamento final.

O corte de tubos de aço deve ser realizado em tamanhos corretos, para que atendam as especificações técnicas apresentadas em um planejamento.

Sem este tipo de cuidado, muitos projetos podem passar por problemas na linha de montagem, e prejudicar o andamento do trabalho, em toda uma linha de produção.

Os cuidados aos detalhes devem estar presentes a todo momento, desde a aquisição da matéria-prima, até os detalhes de acabamento, no produto final.

E isso se dá em todas as indústrias de transformação, que precisam seguir rigorosas normas de regulamentação e segurança, além de estar de acordo com leis ambientais, visando a sustentabilidade como um dos pontos presentes na maioria das empresas, nos dias atuais.

Por isso, até mesmo o modelo de ferro de solda deve ser verificado, já que é utilizado nas estruturas dos mais diferentes equipamentos fabricados.

Desde eletrodomésticos, como fogões, geladeiras e microondas, passando pela indústria automobilística, até chegar ao setor da construção civil, que é responsável pelo levantamento de habitações nos mais diferentes locais.

Até mesmo os equipamentos que são utilizados para a soldagem passam por inspeções, mesmo com toda a tecnologia empregada nos mais diferentes setores.

A inversora de solda, que antes era pesada e barulhenta, passou por uma reformulação, e atualmente pode ser encontrada em tamanhos menores, com ruídos ainda característicos, mas em uma frequência muito mais baixa.

Além disso, esta máquina tem uma soldabilidade muito mais eficiente, com bastante uso no setor industrial. Isto se justifica por diferentes fatores, entre os quais, podem ser destacados:

  • Ligação em tomadas comuns;
  • Soldagem em locais de difícil acesso;
  • Substituição de cabos grossos por regulares;
  • Trabalho com amperagem correta.

Como pode ser utilizado tanto em uma área interna de uma fábrica, quanto em espaços abertos, como em um canteiro de obras, este tipo de equipamento apresenta uma alta performance durante todo o período de uso, facilitando o trabalho dos operadores.

Manutenção deve seguir calendário regular

Para atender aos controles de qualidade, e garantir a segurança dos proprietários que irão adquirir os produtos que serão disponibilizados no mercado, seja um imóvel, ou um automóvel.

Os fabricantes automobilísticos e empreendedores imobiliários devem oferecer aos trabalhadores, condições de trabalho adequadas, com ferramentas que sejam eficientes na realização de tarefas.

Por isso, os responsáveis pelas equipes de trabalho devem fazer uma checagem regulamentar, com um calendário de verificação de máquinas, ferramentas e equipamentos, para que tudo esteja em ordem.

O fornecimento de material de trabalho, e a substituição de uma peça para compressor, por exemplo, é de responsabilidade da empresa, e por isso, deve manter uma lista de checagem, junto com os trabalhadores que estão na labuta do dia a dia.

Caso equipamentos apresentem qualquer tipo de defeito, ou ferramentas não estejam funcionando corretamente, é preciso propor uma solução imediata, para não prejudicar o andamento dos trabalhos.

A presença de uma equipe que funcione como assistencia tecnica deve ser eficiente, promovendo o conserto ou a substituição imediata, quando não há a possibilidade de reaproveitamento, garantindo a segurança dos trabalhadores, que estão na linha de montagem.

Desta forma, os direitos à segurança na área de trabalho estarão garantidos aos colaboradores, e os produtos serão fabricados com a mais alta qualidade.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *