Sistemas que auxiliam no controle e na segurança

Existem muitos tipos de sistemas que podem ajudar tanto no controle quanto na segurança de um ambiente. Esses sistemas têm aumentado de acordo com o avanço tecnológico, que permite a inovação de diversas formas, com novos equipamentos, maquinários e medidas que fazem a indústria ser muito mais produtiva.

Durante este artigo vamos entender vários tipos de itens disponíveis no mercado para auxiliar no controle de temperatura e para um maior desempenho da estrutura elétrica responsável por dar apoio total ao local.

Então se mantenha atento no artigo para entender esses sistemas e conferir algumas curiosidades.

Sistemas e equipamentos no controle de temperatura

O sistema para controle de temperatura é composto por diversos dispositivos e a montagem de um sistema eficiente irá demandar o desenvolvimento de um projeto muito específico com um objetivo que convirja com a demanda do local.

Confira diversos equipamentos que podem compor esses sistemas:

Sensor de temperatura

Dentre todos os sensores vamos abordar aqui o que entrega o melhor custo-benefício, sendo muito barato, fácil de achar, duradouro e muito preciso.

O sensor de temperatura tipo K é constituído por dois metais fundidos em uma extremidade e na outra esses metais estão separados. Assim, quando existe alguma diferença de temperatura o próprio sensor realiza essa medição por meio de um voltímetro adaptado.

O sensor tipo K pode captar temperaturas muito variadas, geralmente cobrindo de -150°C até 1.150°C, que é uma abertura muito boa para um equipamento muito acessível, fazendo dele o modelo mais popular no mercado.

Dentre os demais modelos deste equipamento pode-se encontrar no mercado:

  • Sensor tipo N;
  • Sensor tipo J;
  • Sensor tipo E;
  • Sensor tipo B.

Eles se diferenciam na maior parte pela sensibilidade que conseguem captar e o material que é feito. Com a pesquisa do modelo adequado para cada função, é possível ter certa economia na aquisição do sensor que melhor atenderá as suas demandas.

Termômetro

O modelo mais popular desse produto é o termometro digital que é também conhecido como termômetro clínico. O seu uso é mais residencial e médico.

Geralmente, ele é composto por uma base de plástico e a sua ponta com uma composição de metais sensíveis a temperatura e conta ainda com um painel que exibe a temperatura identificada pelo equipamento.

Esse tipo de termômetro permite a sua higienização de forma muito fácil, sendo comum usar apesar algum álcool em gel.

Controlador

Diferente dos outros equipamentos o controlador de temperatura tem a função de captar a temperatura e também regular a algum nível pré-configurado.

Esse controlador normalmente possui a entrada que será conectada a um sensor e a saída conectada a um ambiente ou produto que deve ter sua temperatura controlada.

A função primordial desse dispositivo é entender se a temperatura do objeto ou ambiente está adequada. Caso contrário, ele pode tanto soar algum tipo de sinal ou, em controladores mais modernos, realizar a adequação de forma automática.

O controle de temperatura tem sido muito procurado tanto em ambientes residenciais quanto em indústrias pois proporcionam um ambiente estável e um produto final perfeito.

Controle elétrico: Investindo na segurança

Após falarmos bastante do controle de temperatura vamos abordar alguns equipamentos que ajudam a parte elétrica a se tornarem mais produtivas e, principalmente, seguras.

O sistema elétrico é o maior causador de queima de maquinários e incêndios. Nesse cenário, o investimento em produtos de qualidade é extremamente necessário.

Transformadores

Os transformadores elétricos possuem a função de distribuir de forma organizada a tensão, voltagem e energia adequada para sistemas de distribuição distintos.

É esse equipamento que permite ter tomadas com diferença de voltagem (110V e 220V) para responder corretamente a diversos equipamentos. Assim, são peças fundamentais para qualquer indústria.

Painel de controle

Após o transformador realizar a sua função e distribuir diversas redes dentro do local, é preciso ter algum controle manual para realizar manutenções.

Nesse contexto, geralmente, é instalado um painel de controle com diversas chaves. Esse painel necessita ter identificação correta para cada circuito, normalmente são diferenciados entre potência, voltagem e por cômodos (sala, cozinha, banheiro e etc).

O principal cuidado que é preciso ter com esse equipamento é na sua montagem. Por se tratar de um dispositivo de controle e manutenção, é preciso ter atenção redobrada na marcação de cada chave e inserir informações de forma clara.

Normalmente, a montagem de painéis elétricos é feita por alguma empresa especializada no assunto, garantindo a maior efetividade possível.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *