Qual a necessidade de adquirir válvulas?

Existe uma gama de ferramentas usadas por indústrias e empresas de inúmeros segmentos, entre elas estão as válvulas que, em definição geral, significam o dispositivo responsável por movimentar ou regular o fluxo de líquidos ou gases dentro de uma tubulação.

No entanto, como muitos setores precisam deste equipamento é necessário que haja um específico para cada finalidade, e neste sentido é possível encontrar a ideal já que o mercado apresenta uma amplitude muito grande de válvulas.

Mas é fácil se perder nesse meio, sem a informação certa se torna difícil entender qual a melhor opção, por isso conhecer os modelos mais usuais, saber quais suas aplicações acima de tudo pesquisar sobre as empresas que fornecem este item é fundamental, pois só assim é possível ter certeza da qualidade do que se está adquirindo.

Assim, segue uma lista de características que uma fabricante deve ter:

  • Experiência comprovada no segmento;
  • Profissionais treinados e capacitados;
  • Trabalhar com aquisição de matéria-prima de excelência;
  • Apresentar atendimento personalizado.

Sabendo disso, fica mais fácil localizar a empresa certa e a partir daí se tem a garantia de que seja qual for a escolha de produto, ele vai possuir garantia de qualidade e vai desempenhar com exatidão suas funções.

Agora, a próxima etapa é aprender mais sobre cada item e tornar ainda mais prático o processo de seleção das válvulas.

Principais tipos de válvulas disponíveis no mercado

Entende-se a funcionalidade das válvulas, mas os modelos são inúmeros e podem ser usados por uma gama infinita de setores, mas para tentar mensurar pode-se começar explicando o que é uma valvula solenoide, esta tem como princípio uma bobina elétrica e um êmbolo no núcleo.

O processo é simples, quando uma corrente elétrica passa por esta bobina gera uma força no êmbolo que é responsável por abrir e fechar a válvula.

Mas para ela também tem variações como e a pressão suportada para trabalho vai depender da aplicação, então a valvula 5 2 vias duplo solenoide é uma que controla o fluido e faz automação pneumática, as de 5/3 fazem desvio e convergência de fluxos e as de 5/4 e 5/5 são as indicadas para operação de cilindros e atuadores de dupla ação.

Claro, que para contar com uma válvula de qualidade, é importante contar com bons fornecedores, que saibam exatamente a função e especificação de cada uma delas.

Outro modelo amplamente usado tanto nas residências quanto em indústrias de diferentes segmentos, é a válvula de retenção de água.

Um produto simples mas de grande importância, ela é capaz de controlar o fluxo de água para que ela corra em uma única direção, ou seja, se o sistema hidráulico está voltado apenas para que a água saia, ou então para que entre em uma casa, por exemplo, a valvula de retenção vai bloquear o retorno do líquido para a direção oposta a que foi destinada.

A válvula de água é fundamental, inclusive, para a bomba de água, e para entender sua importância é preciso saber primeiro o que a bomba faz.

Se a força da água não é suficiente para que ela chegue a caixa d’água, ou se precisa encher piscinas, retirar água de poços, ou transportar grandes quantidades do líquido para algum lugar, a bomba é o equipamento certo, ela vai gerar a força necessária para movimentar e transferir a água.

Outras ferramentas usadas em trabalhos com água

Além das válvulas, tubos e conexões são fundamentais para garantir o transporte de gases, água e outros componentes sem a vazão, ou seja, sem que haja derramamento dos produtos.

Pensando nisso um item muito eficiente que assegura total confiança no processo e diminui a perda e prejuízos com problemas de vazamentos é o tubo galvanizado.

Este tubo é bastante resistente, pois passa pelo processo de galvanização que consiste no revestimento de peças de metal por uma camada de um composto de zinco que serve para elevar as características do item lhe dando maior durabilidade e evitando o desgaste e corrosão.

Por fim, vale ressaltar que todas as ferramentas, máquinas e equipamentos devem passar por inspeções periódicas que visem avaliar seu estado de funcionamento, verificar se aparentam alguma característica que possa gerar problemas ou até mesmo consertar um mal funcionamento e diminuir o índice de desgastes ocasionados pelo tempo e instalação incorreta.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *