Existe alguma diferença entre os aparelhos de exaustão?

Quando o assunto são os Exaustores, é comum que as pessoas façam uma confusão entre os conceitos – coifa, exaustão e depurador, qual a diferença?

É muito comum que as pessoas usem o termo de um para se referir ao outro, presumindo que se tratam do mesmo aparelho. Entretanto, eles são equipamentos diferentes e, neste artigo, você vai não apenas aprender a diferenciá-los, mas entendê-los.

Coifa, depurador ou exaustor?

Confundir esses equipamentos é natural, afinal eles exercem a mesma função: deixar o ar de um ambiente mais agradável. Entretanto, as suas aplicações e modos de funcionamento são diferentes.

A coifa é voltada para o uso em cozinhas e sua função é deixar o ar mais fresco e sem gordura. Existe a Coifa parede e a coifa de ilha (colocada no centro da cozinha) e a escolha de uma coifa no meio do ambiente pode ser feita pelo fato de existir uma ilha de centro na cozinha.

Já os depuradores são mais simples e também mais baratos. Eles não possuem conexão com o exterior da casa e não fazem a troca do ar interno com o externo.

O seu uso também é voltado para a cozinha, mas eles apenas coletam o ar engordurado e quente, filtram esse ar e então o liberam novamente.

A gordura filtrada fica presa em placas de aço e, por isso, é necessário sempre se lembrar de limpar o depurador. Há casos em que ele é negligenciado e, ao invés de ajudar, começa a liberar odores na cozinha.

Existe o Exaustor industrial de cozinha, mas esse equipamento não é voltado apenas para cozinhas. Os exaustores funcionam necessariamente transportando o ar do interior de um ambiente para o seu exterior.

Isso pode resolver problemas com gordura, calor, umidade, odores etc. Isso significa que ele tira o calor e possíveis odores do ambiente.

Dentre os modelos de exaustor disponíveis no mercado, pode-se citar:

  • Centrífugo;
  • Axial;
  • De transmissão;
  • Tipo fan cooler;
  • Eólicos;
  • De telhado.

Tipos de aparelhos de exaustão

O Exaustor centrífugo está muito presente em indústrias e é semelhante a um ventilador. A energia mecânica do rotor desse aparelho é convertida em energia cinética para o ar.

Sua principal função é o desempoeiramento, em sistemas de ventilação com filtro, para exaustão de materiais inflamáveis, corrosivos, dentre outros.

Por sua vez, o tipo axial recebe esse nome porque a hélice produz fluxo perpendicular ao tubo do exaustor, de forma axial. Você pode utilizar um Exaustor axial para churrasqueira em cozinha industrial, mas seu uso também é comum em locais públicos como danceterias ou em fábricas.

É um modelo que pode ser colocado no teto, na parede, na janela ou mesmo em um vitraux.  Um exaustor de transmissão tem o uso mais específico. O seu motor é colocado fora do fluxo, para evitar que seja prejudicado. Uma aplicação bastante popular é nas câmaras de pintura, pois ele é capaz de retirar a tinta do ar.

Como o interior da câmera é um ambiente nocivo antes da ação do exaustor, o seu acionamento ocorre de forma indireta, utilizando polia e corrente.

A vantagem do fan cooler é que ele é portátil, possuindo um suporte, ou seja, um carrinho, e pode ser posicionado onde desejado. Geralmente, é um modelo axial de exaustor. Seu uso é para necessidade de exaustão localizada, comumente em locais confinados.

O exaustor eólico é muito usado em indústrias, pois ele apresenta economia. É um exaustor que utiliza a força do vento para realizar o seu trabalho e, por isso, deve ser colocado no ponto mais alto do galpão. Uma das vantagens é que esse tipo não produz ruído.

Muitas pessoas procuram por Exaustor industrial para marcenaria e, nesse contexto, o melhor é utilizar um exaustor de telhado. O exaustor portátil ou de parede pode acabar gerando problemas com as partículas dispersas no ar.

Por fim, o ar é um elemento importante em todos os ambientes. É impossível se sentir confortável ou apresentar produtividade em um ambiente quente demais ou com odores.

A função do exaustor é não apenas resolver esse problema, mas facilitar a limpeza dos materiais naquele ambiente e reduzir riscos de infiltração. O excesso de vapor no ar pode resultar em mofo e bolor nas paredes.

Para obter mais informações a respeito, recomenda-se o contato com profissionais especializados.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *