Equipamentos e processos industriais: entendendo melhor

As indústrias, em seus mais variados setores, utilizam-se de diversos tipos de métodos e equipamentos, cada qual apropriado para os produtos que estão sendo fabricados. Por exemplo, em indústrias de produção de peças, é usado em larga escala o torno mecânico, que consiste em uma máquina com um eixo rotatório em que a peça é colocada e moldada.

Assim, além de ter as máquinas, é preciso protegê-las das mais diversas formas, fazendo com que as falhas sejam evitadas.

Para isso, as empresas seguem as chamadas nr. Uma NR significa norma regulamentadora, que geralmente é especificada pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Essas normas regulamentam os procedimentos a serem usados, tanto para que a manutenção ocorra, como para que sua instalação seja facilitada.

Dessa maneira, conhecer os principais processos e as NR que são utilizadas é um grande passo para o planejamento de um sistema de prevenção de falhas.

Tipos de máquinas e processos comuns em indústrias

Existem algumas máquinas e processos que são comuns dentro da indústria, como:

  • Esteiras;
  • Estufas de aquecimento;
  • Fresadoras;
  • Extrusora de alumínio.

A esteira é um dos principais tipos de equipamentos usados dentro da indústria. Afinal, ela é indispensável para que seja feito o transporte de materiais e produtos dentro da fábrica, sejam elas muito pesadas ou mais frágeis, de forma a melhorar o trabalho manual dos funcionários.

Uma esteira dentro de uma fábrica faz com que o tempo gasto em determinada estação de trabalho seja reduzido e, se atrelado a um sistema de automação, melhora a eficiência dos processos produtivos.

Já as estufas de aquecimento tem como objetivo central amolecer e aquecer diferentes tipos de tecidos, antes que eles passem por outros equipamentos industriais, como as maquinas de lavar industriais.

Por isso, ela é muito usada dentro da indústria têxtil. Geralmente, elas são feitas por uma estrutura metálica, com cortinas de silicone que ajuda o calor a permanecer dentro da máquina.

As fresadoras por sua vez são muito usadas dentro de empresas de ferramentaria e também na moveleira. Isso porque elas são responsáveis pelos processos de usinagem, criação de encaixes e também juntas.

Essas máquinas auxiliam de maneira eficiente os funcionários na montagem e desmontagem de diversos produtos, além da ajuda no alinhamento de peças. Mais ainda, elas ajudam a proteger o funcionário de acidentes de trabalho.

A extrusora de alumínio, por sua vez, são máquinas que trabalham no serviço de extrusão de alumínio.

Esse procedimento nada mais é que uma metodologia da deformação do metal, para que ele atenda a diversos tipos de aplicações. A deformação geralmente é feita em tarugos de metal feitos exclusivamente para o uso industrial.

Norma Regulamentadora NR 12

Para que essas máquinas atuem de forma plena e correta, é necessário seguir alguns tipos de normas e regras específicas.

Uma dessas regras trata-se da proteção de maquinas e equipamentos nr12, que lidam com todas as diretrizes para que as máquinas sejam seguras para o trabalhador e para a empresa.

A norma regulamentadora 12 é uma das mais importantes e também extensas, em comparação com as outras 36 normas que são reguladas pela Consolidação das Leis de Trabalho conhecidas como CLT.

A norma regulamentadora 12 diz respeito também as responsabilidades que o empregador tem de adotar medidas de proteção para que as máquinas e equipamentos sejam seguros, de modo a garantir também a saúde e integridade física dos trabalhadores.

As medidas que a NR 12 prescreve para que sejam atendidas são:

  • Proteção coletiva;
  • Proteções administrativas;
  • Organização do trabalho;
  • Proteção individual.

Além dessas medidas, a NR 12 tem como objetivo:

  • A segurança do trabalhador;
  • Melhorar as condições de trabalho;
  • Garantir que os equipamentos sejam mais seguros.

Assim, todas as máquinas e procedimentos aqui descritos, como a NR 12, tem como objetivo proteger as máquinas e equipamentos.

Mais ainda, ela tem a função de garantir a segurança e a integridade além de seus controladores e colaboradores, como já mencionado.

Além disso, todos esses procedimentos fazem com a indústria tenha seus processos bem controlados, evitando falhas, danos e acidentes de trabalho nas linhas de produção. Isso porque, além de prejudicar o trabalho e o ambiente, podem acarretar em multas milionárias.

Por isso, além de conhecer as máquinas, é importante estar atentos as normas para que sua utilização ocorra de maneira fluida e correta.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *