Curiosidades sobre o uso do plástico na indústria

A palavra “plástico” vem do grego, plastikós, que significa “apropriado para a moldagem”.

A raiz da palavra explica muito bem uma das principais características deste material, que se deve às suas propriedades químicas: eles são formados por moléculas grandes, chamadas polímeros.

Estas, por sua vez, são constituídas por unidades menores, os monômeros. Isso o torna extremamente maleável.

Os plásticos sintéticos, os mais usados na atualidade, não são encontrados na natureza.

Assim, são obtidos por meio de processos químicos industriais. Aprenda mais sobre as diversas aplicações do material nesse post.

Por que o plástico é cada vez mais usado?

Existem vários tipos de polímeros plásticos, cada qual com suas características e, consequentemente, um uso específico. Eles se dividem em dois grandes grupos, que são:

  • Termoplásticos: não sofrem alterações químicas pelo aquecimento;
  • Termofixos: não se fundem com o reaquecimento.

Do mesmo modo, eles também podem ser divididos conforme sua estrutura química e, consequentemente, suas características.

Alguns dos tipos de polímeros usados no mercado são:

  • Polipropileno;
  • Polietileno de alta densidade;
  • PVC;
  • Poliestireno;
  • Plásticos especiais de engenharia.

Apesar dessas divisões, há características que são comuns a todos os plásticos.

A mais importante é a facilidade para moldá-los: ao contrário dos metais, não é preciso contar com equipamentos caros ou realizar processos muito complexos.

Como a fundição, a extrusão e a usinagem. Isso faz com que ele saia na frente em relação a outros materiais na hora de confeccionar produtos nas indústrias.

Como o plástico pode ser usado?

O desenvolvimento de diversos polímeros plásticos sintéticos tem feito com que eles substituam outros materiais, como o vidro e as embalagens tetrapak, com cada vez mais frequência.

Além disso, alguns têm tanta resistência que são usados com finalidades que, outrora, só poderiam ser cumpridas por metais.

Confira alguns desses usos:

Fabricação de embalagens

Higiênico, resistente e barato, o plástico costuma ser o material de escolha na hora de desenvolver embalagens de bebidas, medicamentos, alimentos, produtos de limpeza, entre outros.

Do mesmo modo, estas embalagens também têm uso industrial e doméstico: barata, a caixa de plastico é usada para armazenar uma série de itens, desde objetos pessoais até mercadorias prontas para ser enviadas a clientes.

Fabricação de peças para automóveis

Nos últimos anos, cresceu o uso dos chamados plásticos de engenharia. Trata-se de polímeros muito particulares, criados para ter bom desempenho até nos ambientes mais hostis.

É ele o responsável por itens como as panelas autolimpantes e de teflon: ambas levam estas variedades em sua composição.

Mais recentemente, estes polímeros têm sido usados até mesmo na indústria automobilística.

O motivo é simples: seu desempenho é tão satisfatório quanto o de uma peça de metal.

Por outro lado, eles são mais leves, assim, colaboram com a economia de combustível.

Por fim, como o plástico é mais fácil de moldar que os metais, a confecção das partes também fica muito mais fácil.

Movimentação de cargas

O plástico também tem se tornado o material de escolha na hora de fabricar itens de apoio logístico.

Os pallets plásticos, por exemplo, têm substituído gradativamente os tradicionais, feitos de madeira.

As vantagens disso são uma maior vida útil, higiene simplificada e leveza, fatores que facilitam o transporte.

Confecção de itens médicos

O alto padrão de higiene proporcionado pelo plástico, bem como seu baixo custo, fez com que ele se popularizou na confecção de itens usados na área da saúde, como no caso de seringas descartáveis e embalagens de medicamentos.

Contudo, quando se trata de saúde, é preciso ter cuidado redobrado. Portanto, ao fabricar tais itens, é preciso escolher os componentes para moldes com cuidado, visando um alto padrão de qualidade e baixo risco de contaminação.

O ideal é contratar uma empresa experiente e especializada.

Mangueiras e tanques industriais

O baixo custo, a facilidade para a higienização e a resistência também tem feito com que as indústrias usem os plásticos em suas linhas de produção: é muito comum que tanques e mangueiras sejam feitos nesse material.

Os polímeros sintéticos fazem com que os fluidos sejam transportados e armazenados com segurança, seguindo rígidos padrões de qualidade.

Como confeccionar itens plásticos?

Apesar de a manipulação do plástico ser muito mais simples que a do metal, isso não significa que este trabalho não tenha que ser profissional.

Assim, ao confeccionar peças com este material, é importante contar com uma empresa de ferramentaria de moldes plasticos, que é qualificada para desenhar e construir as peças conformes as necessidades do cliente.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *