Conheça os equipamentos elétricos de grandes indústrias

As grandes indústrias lidam diariamente com uma série de demandas voltadas para a geração de resultados mais ágeis, confiáveis e seguros dentro do setor, de modo que é fundamental conhecer os recursos disponíveis para isso atualmente no mercado dessa área.

No artigo que você confere a seguir, acompanhe informações extremamente úteis sobre alguns componentes indispensáveis e fique por dentro de como sua aplicação correta pode beneficiar de diversas formas os ciclos de produção e de montagem em diferentes segmentos industriais.

Transformadores

Os transformadores são fundamentais no contexto das fábricas e indústrias não só pelo seu desempenho como também pelas facilidades que eles geram dentro desse tipo de ambiente, onde a produtividade deve ser otimizada ao máximo.

Sua função básica é converter energia elétrica de uma corrente alternada que está em determinado nível de tensão em outro nível de tensão.

Para que seu mecanismo fique mais claro, basta pensar nas tomadas domésticas, que podem ser de 100V ou de 220V.

Com a aplicação de um transformador bivolt, por exemplo,é possível converter a tensão de uma tomada de 110V, por exemplo, em 220V, o que é fundamental para procedimentos industriais.

Existem diferentes tipos de transformador, sendo o modelo a seco um dos mais utilizados quando a intenção é conectar aparelhos diversos a tomadas que não são compatíveis com o nível de tensão necessário para seu funcionamento.

Desse modo, garantindo vantagens como a baixa manutenção e a ausência de risco de vazamentos, os transformadores a seco causam menos danos ao meio ambiente quando comparados com os modelos empregados nos postes de iluminação pública, por exemplo.

Isso sem falar que o Transformador a seco não demanda refrigeração nem isolação a óleo.

Alguns dos segmentos que eles podem ser encontrados são:

  • Indústria de papel e celulose;
  • Indústria alimentícia;
  • Siderurgia;
  • Indústria petroquímica;
  • Indústria farmacêutica;
  • Indústria de mineração.

Além disso, os transformadores estão presentes também na construção civil, na elaboração de elevadores, na infraestrutura de portos e aeroportos e até nas plantas de geração de energia.

Sendo assim, são indicados para distribuição e iluminação industriais e, ainda, na alimentação de circuitos elétricos, cargas diversas, painéis e motores.

Automação

Os processos de automação em si são muito mais antigos do que as pessoas pensam, remontando de tempos em que era necessário otimizar o desempenho de moinhos, por exemplo, e outros itens movidos a energia hídrica.

No contexto contemporâneo, a chamada automação industrial ganha destaque pelas inovações oferecidas e pela evolução no desempenho.

Desse modo, esse sistema permite que o funcionamento de uma série de itens e máquinas dentro de diferentes segmentos industriais seja acelerado e automatizado, ou seja, se torne mais inteligente e exija menos operações manuais repetitivas.

Para que sua aplicação seja de qualidade, porém, é necessário contar com bons Projetos de automação industrial, que leve em conta as particularidades de cada maquinário e ciclo produtivo para a obtenção dos melhores resultados possíveis.

Sendo assim, os passos para a consumação de uma produção, por exemplo, devem ser elencados na hora de organizar ou destinar um projeto desse tipo.

O gerenciamento dos projetos também é fundamental para a garantia de qualidade, pois é importante que todos os procedimentos, desde a concepção inicial até sua aplicação definitiva nos equipamentos e na produção, sejam viabilizados conforme as necessidades de cada segmento e também com base nas demandas internas de cada indústria.

No geral, podemos destacar as seguintes etapas:

  • Especificação técnica;
  • Aplicação;
  • Realização do projeto;
  • Infraestrutura de redes;
  • Programação;
  • Montagem.

Nobreaks

Para que os equipamentos e as instalações industriais sejam devidamente protegidos, é importante contar com o nobreak, um componente essencial para que as atividades diárias relacionadas especialmente com servidores possam apresentar resultados confiáveis e seguros.

Esse sistema de proteção pode ser aplicado em diferentes máquinas e aparelhos do contexto industrial, proporcionando defesa elétrica em casos de interrupção súbita do fornecimento de energia.

Para evitar que dados se corrompam e que os aparelhos apresentem danos, portanto, o Nobreak inteligente é ideal, viabilizando estabilidade na energia elétrica e evitando o ocasionamento de interrupções, o que pode causar uma série de prejuízos aos ciclos produtivos em geral.

O mais importante é contar não apenas com um sistema de qualidade, mas que seja capaz de atender às demandas internas de cada segmento conforme suas necessidades diárias.

Além disso, apenas pessoas autorizadas e qualificadas podem trabalhar diretamente com o manejo, a instalação e a manutenção dos itens que são empregados todos os dias dentro dos mais variados segmentos industriais.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *