As balanças aplicadas na industrias e seus benefícios

Dentro da indústria todos os processos necessitam ser precisos para assegurar um padrão de qualidade e excelência. Na maioria dos cenários industriais isso ocorre de forma automatizada.

Entretanto há alguns que precisam ser supervisionados e verificados mais de uma vez e para isso a automatização ainda não consegue assegurar essa assertividade total em todos os procedimentos.

Para auxiliar nisso, há as balanças que estão presente na maioria dos segmentos industriais desde a construção civil a indústria química para assegurar que as medidas estão corretas e padronizadas.

Assim como todas as áreas e equipamentos da indústria as balanças também foram beneficiadas com os avanços tecnológicos.

Assim elas estão mais fáceis de serem manuseadas, configuradas e utilizadas no cotidiano industrial. Além disso seus resultados estão a cada dia mais precisos, padronizados e confiáveis.

Balanças

Devida a quantidade e cenários que elas são aplicadas as balanças estão disponíveis no mercado em diversos tamanhos, modelos e funcionalidades.

Um dos modelos mais modernos é a balança digital, seu sistema digital garante melhores resultados e sua configuração bem como manutenção são mais simples e fáceis de serem executados.

Elas possuem modelos que podem ser aplicados na gastronomia para pesagem certa dos alimentos e produtos, bem como há modelos que estão disponíveis para pesar cargas indústrias que são transportadas em caminhões e demais equipamentos.

Nessa última situação a manutenção dos equipamentos precisa ser constante, pois essa balança garante a segurança dos trabalhadores bem como das demais pessoas que estão circulando nas avenidas e rodovias.

Equipamentos de medição

Além das balanças que servem para controlar e medir produtos, materiais e cargas há outros equipamentos que também medem e são aplicados nas indústrias.

Um deles é o durômetro digital que é aplicado para medir e controlar a dureza de alguns materiais como borracha e plástico. O seu funcionamento consiste na aplicação de pressão por meio de mola calibrada antes de ser utilizada.

É importante ressaltar que os materiais que são medidos podem ser alterados com o passar do tempo, por isso a leitura da dureza pode ser alterada com o passar do tempo.

Por isso é importante ter registrado esse controle que serve inclusive para o processo de manutenção de equipamentos e produtos que fazem uso destes materiais.

Sistemas de controle e manutenção

Durante a leitura é fácil identificar a importância do controle e manutenção destes equipamentos, não apenas por questões de excelência e padronização, mas principalmente pela segurança que precisa ser oferecida por estes equipamentos.

Com a automatização dos processos industriais foi desenvolvido também o sistema supervisório SCADA – considerado um sistema de controle e supervisão a distância, ou seja, estão presente nas máquinas, mas podem ser supervisionado por outras em locais diferentes.

Aplicado em muitas indústrias, esse controle permite configurações específicos que são aplicados em diversas máquinas e equipamentos.

Desde equipamentos complexos aos mais simples os sistemas de controle e manutenção são necessários para assegurar que tudo está funcionando da forma correta e programada.

Assim é possível aplicar esse controle para montagem de equipamentos como o aquecedor que precisa ter uma segurança e qualidade constante.

Normas reguladoras

Ainda com o intuito de assegurar qualidade e segurança foram desenvolvidas normas para regularizar os processos que precisam ser seguidos a risca. Umas das normas é a 12 que foi desenvolvida pelo então ministério do trabalhado.

Uma das mais completas e complexas essa norma regulariza todos os ciclos de vida das máquinas e equipamentos que são utilizados nas indústrias. Por isso é bem extensa e detalhada.

Dessa forma a NR 12 garante a segurança coletiva e de proteção individual de todos os trabalhadores e para assegurar o seu cumprimento há órgãos que são responsáveis por regulamentar e fiscalizar todas as regras que estão presentes na norma, principalmente aquelas relacionadas a análise de risco.

Na norma essa análise considera os limites da máquina:

  • Ambiente e localização da máquina;
  • Diferentes modos de operação;
  • Espaço de uso ao operador;
  • Manutenção – frequência;
  • Organização do trabalho;
  • Tipo de utilização;
  • Vida útil do equipamento.

Além de estimar os perigos e por fim estimar os riscos apresentados, por isso a analise de risco NR 12 é essencial e precisa ser realizada regularmente com profissionais capacitados.

Dessa forma é possível assegurar padrão excelência e alta qualidade desde o início do processo produtivo até o seu final.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *