Agropecuária: análises com equipamentos de ponta

A indústria agropecuária tem crescido exponencialmente, em todos os estados brasileiros, cada qual com suas características de solo, clima e cultura devidamente respeitadas. Por ser um país de proporções continentais, muitas dessas características se diferem, de norte a sul do Brasil.

O que não pode ser diferente é o cuidado com a qualidade de produção, e o que é servido na mesa dos consumidores, quando chega ao mercado final.

Garantia de qualidade na produção

Cuidados com a forma de trabalho com a terra e com os animais, no uso de produtos químicos que possam alterar, de alguma forma, o resultado final, devem ser feitos de forma meticulosa, com os cuidados necessários para garantir a qualidade de produção.

Para verificar com eficiência os procedimentos de fabricação, inserindo produtos vegetais e animais no contexto da industrialização, é preciso o uso de equipamentos eficientes, que possam indicar os níveis de pureza, quanto a resíduos químicos, entre outros componentes.

Para investir no segmento de análise dos aspectos de produtos alimentícios, é preciso saber trabalhar com as melhores ferramentas que estão disponíveis nos laboratórios químicos da indústria farmacêutica, como o espectrofotômetro uv vis preço, que faz a leitura de amostras do material coletado, para verificar se está de acordo com o que pode ser oferecido ao mercado consumidor.

Os produtos devem seguir padrões, como cor, formato e tolerâncias, que podem ser calculadas com esse equipamento de precisão.

Com a abertura do mercado internacional, a OMS – Organização Mundial da Saúde tem trabalhado para que os produtos comercializados em torno do globo sejam oferecidos livres de vírus e bactérias, que causam doenças. Por isso a preocupação dos produtores deve ser redobrada.

Com o emprego de tecnologias avançadas, é possível manter a qualidade, com segurança, dos produtos oferecidos para todo o mercado consumidor.

No setor agropecuário, as empresas já adaptaram um analisador de leite, que permite verificar toda a cadeia de produção, desde a captação, até a industrialização, entregando a fornecedores, de forma eficiente, um produto de qualidade.

Em um trabalho conjunto com profissionais da área de vigilância sanitária, as empresas estão preparadas para atender todos os procedimentos de limpeza, mantendo a qualidade natural, da melhor forma possível.

Dentro do processo de industrialização, até mesmo a água deve ser verificada, para que não contamine os alimentos que são processados, embalados e encaminhados ao mercado consumidor.

Por isso, é preciso que as empresas tenham à disposição equipamentos para análise de água.

Esse procedimento também deve ser feito desde a captação, em rios, lagos e lençóis freáticos, e deve passar por um tratamento devidamente sanitário, para evitar qualquer tipo de doença que possa ser contraída por meio da água contaminada.

Para as empresas, é preciso estar atento a todas as normas de segurança alimentar, para que possam oferecer o melhor produto, tanto no mercado interno quanto no mercado externo. Entre os processos a serem observados, tanto da parte dos produtores, quanto dos consumidores, estão:

  • Valores nutricionais dos produtos consumidos;
  • O armazenamento deve ser condizente com o produto;
  • Cozimentos dos alimentos devem seguir o padrão;
  • Informações de componentes em rótulos e embalagens.

É primordial que o trabalho com alimentos, assim como as ferramentas que se usam, tanto no processo de fabricação, dentro da indústria, quanto na preparação em restaurantes, lanchonetes, e outros estabelecimentos comerciais, assim como em casa, deve servir para a prevenção de doenças.

Lavar os produtos, armazená-los de maneira correta e prepará-los com ferramentas de cozinha, desenvolvidas para cada tipo de alimento, deve ser um processo respeitado em prol da saúde humana.

Laboratórios equipados adequadamente

Os laboratórios alimentares devem contar com equipamentos que estão de acordo com o desenvolvimento tecnológico. Mas algumas ferramentas são essenciais, e usadas constantemente.

É o caso do termometro digital, que mede a temperatura ambiente e a temperatura em que os produtos alimentícios precisam ficar, para manter a qualidade esperada dos alimentos.

Esse mesmo equipamento deve estar à disposição dos veículos que transportam os alimentos, da fábrica ao mercado, mantendo longe agentes como vírus e bactérias, que podem se aproveitar do meio ambiente, e acabar se proliferando.

Até mesmo a água que é submetida à análise, em algum momento, deve passar por um medidor de ph, para que isso não afete o sabor e outras características dos alimentos. A temperatura é regulada, muitas vezes, por meio do uso de gelo.

Até mesmo a lavagem ds alimentos deve ser feita com uma água de ph neutro, comprovando a pureza do líquido.

Outra ferramenta laboratorial que é muito utilizada para a transferência de líquidos, para verificar a pureza, é a pipeta graduada. Comum em qualquer laboratório, na indústria alimentícia serve para identificar a qualidade dos líquidos que são utilizados na fabricação dos produtos.

Todas as análises ajudam na entrega de produtos que podem ser consumidos, em qualquer lugar, com todos os cuidados devidamente tomados.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *