A manutenção industrial para o crescimento do setor

A indústria é um dos setores que mais movimenta a economia nacional, com a geração de empregos diretos e indiretos, fornecimento de bens de consumo, produção em vias de exportação, entre muitos outros aspectos.

Por esse motivo, o segmento tem grande importância para o país e, a cada dia que passa, novos aprimoramentos são planejados, com o intuito de melhorar o trabalho industrial.

Diante disso, se observa o emprego da tecnologia de ponta, com a chamada indústria 4.0, que permitiu a introdução da robótica em muitos processos produtivos.

Com isso, o setor teve um amplo desenvolvimento, pois foi possível aumentar a produção e, ao mesmo tempo, reduzir falhas, principalmente, as humanas.

Ademais, a tecnologia é reconhecida pela redução de custos diretos e indiretos, o que influencia positivamente na economia industrial.

Nesse sentido, os equipamentos e máquinas têm um papel muito importante, pois eles são os principais responsáveis pela eficiência dos processos de produção.

Mas, assim como todos os maquinários, mesmo os dispositivos mais tecnológicos precisam passar por uma assistencia tecnica e por manutenção periodicamente, como forma de assegurar o bom desempenho e a máxima funcionalidade.

Principais procedimentos de manutenção industrial

A manutenção industrial envolve uma série de medidas, ações e serviços que englobam a análise dos sistemas de produção, das máquinas e dos equipamentos.

O processo é feito para todos os maquinários, desde os mais robustos, até os mais simples, como computadores, compressores e ferramentas.

De maneira geral, a manutenção industrial pode ser feita da seguinte maneira:

  • Manutenção preventiva, com o intuito de prever falhas;
  • Manutenção preditiva, com análise diária de funcionamento;
  • Manutenção corretiva programada, com consertos planejados;
  • Manutenção corretiva não programada, com consertos não planejados.

As manutenções preventiva e preditiva são executadas em equipamentos que não apresentaram falhas, mas é importante realizar a identificação de possíveis erros e, assim, tomar medidas que evitem essas ocorrências.

Já a manutenção corretiva é realizada quando o defeito já ocorreu, e é necessário realizar o conserto da máquina o quanto antes.

Independentemente do tipo de manutenção, todas devem ser feitas com cuidado, visando a análise e verificação das condições de funcionamento das máquinas e dos componentes. Nesse sentido, merece destaque a verificação de peça para compressor, já que o equipamento é muito usual nas indústrias.

Os compressores podem ser pneumáticos ou hidráulicos, para ar comprimido ou líquidos, respectivamente. Esses equipamentos possuem diferentes funções de trabalho nas fábricas e, ainda, podem ser usados em serviços menores, como em pinturas.

O compressor de pintura, por exemplo, pode ser usado inclusive em atividades residenciais, onde se deseja um acabamento uniforme de superfícies.

A principal diferença entre os compressores domésticos e industriais é a presença de um reservatório nestes últimos, para o armazenamento do ar comprimido.

Durante os serviços de manutenção, todos os componentes dos compressores precisam ser avaliados, como as válvulas, bicos e pistões. Em caso de mau funcionamento de qualquer uma das peças, é recomendável fazer a manutenção o quanto antes.

O mesmo vale para demais ferramentas que funcionam com ar comprimido, como é o caso da pistola para pintura eletrostática, que permite a pulverização da tinta nas mais diversas superfícies.

Nas indústrias, as pistolas são usadas para trabalhos de revestimento em peças metálicas, como no setor automotivo.

Outros equipamentos que merecem atenção

Além dos compressores e pistolas de pintura eletrostática, outras máquinas industriais demandam atenção e cuidados, especialmente, com as medidas de manutenção.

É o caso dos equipamentos de grande porte, usados em trabalhos de desgaste e, como consequência, acabam sofrendo a ação do tempo.

Por esse motivo, em muitos casos, há preferência pela locação de máquinas e equipamentos, por exemplo, o aluguel de retroescavadeira. Não somente para as indústrias, a retroescavadeira é aplicada em trabalhos da construção civil, para o carregamento de materiais e escavação.

as retroescavadeiras de grande porte devem somente ser operadas por profissionais devidamente habilitados.

A principal vantagem da locação está na despreocupação com o conserto da retroescavadeira. Quer dizer que, se a máquina apresentar falhas de funcionamento, a locadora é responsável por avaliar as condições o equipamento, deixando o locatário livre desse serviço.

Ademais, a locação é uma alternativa extremamente vantajosa para quem deseja economizar dinheiro, pois a retroescavadeira pode ter um custo dispendioso de investimento. Desse modo, os clientes podem reduzir custos e ter em mãos um equipamento de alta eficiência.

redator Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *